A chegada do outono pode agravar o Covid-19

Jovem Pan News Joinville

A rede da informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on skype
Skype
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Imprimir

A chegada do outono pode agravar o Covid-19

Outono poderá agravar crises respiratórias (Foto: Divulgação)

Os climas mais secos já iniciaram neste final de semana. Com a chegada do outono, na última sexta-feira (20), as temperaturas mais baixas estão tomando todas as cidades vazias em quarentena. 

Normalmente nesta época do ano as crises respiratórias tendem a aumentar, como alergias, gripes, asma, sinusite, pneumonia, bronquite e, agora, infecção pelo coronavírus. Por conta do tempo seco, aumenta a concentração de poluentes e acaba sendo um gatilho que propaga a maior disseminação de alguns vírus, afetando mais crianças e idosos.

Conforme o Hospital do Coração (HCor), em São Paulo, há um aumento de 30 a 40% no atendimento de pacientes com doenças respiratórias. Doenças cardiovasculares também têm maior incidência nessa época do ano. 

Quando as temperaturas baixam, é natural que as pessoas comecem a fechar as janelas dos ônibus, casas, locais que podem ter aglomeração de pessoas. Segundo a professora de Medicina da Pontifícia Universidade Católica (PUC), Camila Bicalho, ao ficar preso o vírus respiratório acaba permanecendo naquele ambiente. 

Quando o tempo está mais frio, existe uma vasoconstrição dos vasos do nariz e isso acaba dificultando que o nariz faça a limpeza por meio do batimento ciliar que impede com que tenha uma maior entrada de vírus e outros organismos pelo nariz.

Camila Bicalho, professora de Medicina.

Neste ano, as temperatura do mês de fevereiro e março foram mais amenas, então é inevitável que o frio chegue cedo. Quedas bruscas de temperatura também são um grande problema, porque diminuem a imunidade das pessoas.

Mas nada que possa colocar a população em pânico. Todos os anos, neste mesmo período, as crises virais tendem a se propagar. Então as pessoas que apresentam imunidade baixa, podem apresentar sintomas parecidos com Covid-19, por isso, deve se cuidar e continuar bebendo bastante água. 

Além disso, a Prefeitura de Joinville disponibilizou um novo canal telefônico para verificação dos sintomas. Recomendam que as pessoas realizem o tratamento em casa, evitando a aglomeração nos postos de saúde – local em que mais circula o vírus – e utilizar esses novos meios de contato

Confira a reportagem:

A prevenção é o nosso melhor termômetro neste momento.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on skype
Skype
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Imprimir
Drogaria Catarinense – Banner Lateral

Notícias Relacionadas

Coronavírus

Joinville em alerta: taxa de ocupação dos leitos de UTI chega a 78%

Em boletim epidemiológico nesta quarta-feira (08), a Secretaria da Saúde de Joinville confirmou que dos 91 leitos de UTI exclusivos …

Ler Mais →
Coronavírus

Joinville: Viraliza nas redes sociais, idosa tentando entrar em Shopping

Um vídeo de uma senhora de mais de 60 anos tentando entrar no Shopping Cidade das Flores em Joinville, nesta …

Ler Mais →
Cotidiano

UBS Costa e Silva receberá obras de ampliação

A Prefeitura de Joinville já publicou o edital para as obras de ampliação da Unidade Básica de Saúde da Família …

Ler Mais →

Facebook JP News