Ligado na Cidade: Golpe do aluguel é registrado em Joinville

Jovem Pan News Joinville

A rede da informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on skype
Skype
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Imprimir

Ligado na Cidade: Golpe do aluguel é registrado em Joinville

Apartamentos ofertados nas redes sociais são oferecidos como golpe (Foto: Divulgação)

Necessitando de um lar para ela e seus três filhos, Juliety Maria (30) veio de Minas Gerais para uma melhor qualidade de vida. Ao chegar em Joinville, foi abrigada por um senhor que não conhecia. Conseguiu um apartamento alugado, porém, ao depositar o valor da entrada, a “corretora” sumiu. 

Juliety Maria sofria abusos e agressões do seu ex marido durante nove anos. Para melhorar a vida dela e de sua família, veio para Joinville começar do zero novamente. Na maior cidade de Santa Catarina moram dois primos dela, até então, locais em que iria ser abrigada. 

Ao chegar em Joinville, o síndico do prédio em que o primo de Juliety mora não liberou a entrada de mais quatro pessoas no local, pois era pequeno demais. 

Com isso, Juliety foi atrás de alguém que poderia ceder abrigo temporário, e encontrou um senhor de idade, identificado como seu Pedro, para ajudar sua família.

Continuou a sua procura por um lar somente para ela e seus três filhos, e encontrou uma boa oferta pelo Facebook de um apartamento mobiliado. 

As imagens abaixo, detalham que o imóvel seria no Comasa, porém, nossa equipe foi conferir a fachada, e se refere à imóveis no Centro. Isto é, a golpista pegou imagens de imóveis aleatórios para enganar as pessoas.

Juliety fez toda a negociação pelo Whatsapp, foi até o local por diversas vezes para ir olhar, mas a corretora nunca aparecia, sempre estava ocupada. Com a preocupação de conseguir o quanto antes um lugar, acabou depositando o valor do aluguel de R$800,00 antes de conseguir a chave. 

Eu fiquei desesperada no momento. A mulher disse que tinha várias pessoas na fila para alugar, e que se eu não pagasse, iria perder o local.

Juliety Maria

Após isso, a mulher com que estava negociando sumiu e a bloqueou nas redes sociais. Juelity fez o Boletim de Ocorrência, mas até o momento, não conseguiu recuperar o seu dinheiro. 

Agora, a dona de casa pede ajuda de cesta básica para manter as necessidades de sua família até conseguir se estabilizar.

Golpe descoberto por moradora que desconfiou do corretor de imóveis

(Foto: Divulgação)

Outra situação como essa aconteceu com Izabel Maria, mas ao desconfiar de toda enrolação do “corretor de imóveis” foi pesquisar sobre a casa nas redes sociais. Encontrou outra reclamação do mesmo local, do próprio dono da casa informando que estavam aplicando esse golpe nas pessoas, usando fotos da residência dele. 

No mesmo momento, Izabel denunciou a pessoa que apresentava nas redes sociais, e conseguiu identificar o golpe antes de depositar o dinheiro. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on skype
Skype
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Imprimir
Drogaria Catarinense – Banner Lateral

Notícias Relacionadas

Coronavírus

Coronavírus: SC confirma 36.810 casos e 432 mortes por Covid-19

Em boletim nesta quarta-feira (08), o Governo de Santa Catarina confirma mais 1.467 novos casos de coronavírus, chegando ao total …

Ler Mais →
Cotidiano

ADEJ fará Drive Thru de Caldo de Peixe para almoço neste sábado (11)

A Associação dos Deficientes Físicos de Joinville (ADEJ) irá realizar neste sábado (11) uma Ação Social para arrecadação de recursos …

Ler Mais →
Coronavírus

Joinville em alerta: taxa de ocupação dos leitos de UTI chega a 78%

Em boletim epidemiológico nesta quarta-feira (08), a Secretaria da Saúde de Joinville confirmou que dos 91 leitos de UTI exclusivos …

Ler Mais →

Facebook JP News