Municípios de Santa Catarina já sofrem com a economia

Jovem Pan News Joinville

A rede da informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on skype
Skype
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Imprimir

Municípios de Santa Catarina já sofrem com a economia

Prefeitura de Joinville terá queda na economia (Foto: Divulgação)

No primeiro dia de total paralisação, os municípios de Santa Catarina já estão avistando uma forte crise financeira pela frente. A queda prevista para o mês de março deve representar cerca R$ 35 milhões a menos nos cofres das cidades catarinenses. 

Nesta quinta-feira (19), os prefeitos receberam um alerta da Federação Catarinense de Municípios (FECAM) indicando queda na arrecadação do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) no mês de março, de 11,16% menor que o mesmo período do ano passado. Ao final do mês, o valor repassado deve ser de R$ 279 milhões. Em 2019, a arrecadação foi de R$ 314 milhões. 

A queda do valor final repassados pelas prefeituras, se dá por conta da pandemia do coronavírus. Os recebimentos de FPM em março, levam em consideração a movimentação econômica de fevereiro e março, meses em que o surto de Coronavírus iniciou na China, emitindo alerta global.

Em Joinville, a estimativa para arrecadação no período de fevereiro e março, é de R$591.723,58 mil a menos que em 2018.

“É inevitável que ocorra impactos na cadeia produtiva e, por isso, é fundamental cautela dos agentes públicos nas tomadas de decisões”, acrescenta o presidente da FECAM, prefeito do município de Caçador, Saulo Sperotto.

No início de 2020 o crescimento estimado do Produto Interno Bruto (PIB) era de 2,30%, com base no relatório de Mercado Focus de 03/01/2020. Entretanto, com o novo cenário em vigor, os agentes econômicos modificaram a previsão para 1,68% na última semana.

Na tarde desta terça-feira (17), a FECAM encaminhou ofício ao Governo Federal solicitando medidas de proteção econômica e defesa dos municípios, em virtude da crise econômica desencadeada pelo Coronavírus.

 “Os municípios precisam de suporte financeiro para assegurar todos os esforços na função de base operacional de reação à pandemia”, justifica o presidente da FECAM, Saulo Sperotto.

A Federação declara que estará acompanhando todos os indicadores dos próximos dias, para analisar os impactos econômicos nos municípios catarinenses e pedir retorno, o quanto antes, do Poder Executivo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on skype
Skype
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Imprimir
Drogaria Catarinense – Banner Lateral

Notícias Relacionadas

Cotidiano

UBS Costa e Silva receberá obras de ampliação

A Prefeitura de Joinville já publicou o edital para as obras de ampliação da Unidade Básica de Saúde da Família …

Ler Mais →
Coronavírus

Joinville está à beira de um colapso hospitalar

O diretor do Hospital Municipal São José, Niso Eduardo Balsini, emitiu um comunicado no final da manhã desta quarta-feira (8), …

Ler Mais →
Estado

CPI dos respiradores teve sessão tensa na Alesc

O secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, garantiu, nesta terça-feira (7), que desconhecia as irregularidades na compra de …

Ler Mais →

Facebook JP News