Plano Marshall e o Coronavírus

Jovem Pan News Joinville

A rede da informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on skype
Skype
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Imprimir

Plano Marshall e o Coronavírus

George Marshall
George Marshall, Secretário de Estado dos EUA em 1947

Estamos passando por um momento delicado na saúde e já venho há alguns dias alertando sobre o impacto que as medidas de contenção da pandemia vão ter sobre a economia.

Quando falo em impactos na economia, muitos pensam que estou criticando as ações de cuidado com a saúde. Não é o caso, muito pelo contrário. Precisamos que nossa população tome cuidado e esteja sadia e trabalhando o quanto antes.

Voltando às consequências econômicas, sofrerão principalmente os mais pobres que poderão perder seus empregos ou ter dificuldades em seguir seus pequenos negócios. Isso causará uma crise socioeconômica mais duradoura do que o Coronavírus, embora pareça ser menos letal nas tantas informações que chove nas redes sociais, informações essas que causaram pânico generalizado, mas também contribuíram com aceleração das medidas de prevenção.

O fato é que nossa sociedade não pode absorver o impacto de uma economia parada durante semanas. O custo social é muito alto. Enxergando essa preocupação, já há rumores na imprensa de formadores de opinião pedindo um novo “Plano Marshall”. Mas o que foi o Plano Marshall?

O Plano Marshall foi o programa de reconstrução da Europa, financiado pelos EUA após o término da segunda guerra mundial. A iniciativa foi de George Marshall, Secretário de Estado dos EUA na época.
Os Estados Unidos cederam cerca de 14 bilhões de dólares em valores da época. Atualizado esse valor fica muito maior depois de mais de 70 anos de inflação.

A consequência disso foi que a os países da Europa que receberam esse incentivo tiveram um crescimento econômico relevante (o maior de sua história), mas também obtiveram dívida com EUA, que se firmou como maior potência mundial.

Um programa de financiamento global aos moldes do Plano Marshall com objetivo de impulsionar a economia mundial e minimizar os impactos do COVID-19 seria muito bem-vindo.

A China quer se posicionar como potência, será que eles tem pretensão de algo assim? Acho bom Donald Trump agilizar com o Senado Americano para conseguir aprovação dos 3 Trilhões de dólares para a economia em breve.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on skype
Skype
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Imprimir
Drogaria Catarinense – Banner Lateral

Notícias Relacionadas

Esportes

Comando da PM fará reunião com torcidas organizadas

O subcomandante da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Marcelo Pontes, fará uma videoconferência com as torcidas organizadas dos clubes …

Ler Mais →
Estado

Casal de idosos é feito refém e vizinhos são baleados em tentativa de assalto

No início da madrugada deste domingo (5), por volta das 0h30, três homens arrombaram uma casa e renderam um homem …

Ler Mais →
Cotidiano

Defesa Civil emite alerta para temporais antes de novo Ciclone em SC

A Defesa Civil emitiu alerta de temporais em Santa Catarina neste domingo (5), a princípio, para municípios que fazem divisa …

Ler Mais →

Facebook JP News